WhatsApp%20Image%202021-01-04%20at%2009.

PEELING DE DIAMANTE

O peeling de diamante, também conhecido por microdermoabrasão, é um tratamento estético que faz uma esfoliação profunda da pele, retirando as células mortas da camada mais superficial, sendo muito eficiente para retirar as manchas e combater as rugas porque estimula a produção de colágeno e elastina, que são fundamentais para manter a pele firme e uniforme.


Apesar de ser mais indicado para tratamentos faciais, o peeling de diamante também pode ser realizado em outras regiões do corpo como pescoço, colo, braços e costas, para retirar pequenas manchas deixadas por cicatrizes, por exemplo. Além disso, também é um bom complemento terapêutico para eliminar estrias brancas ou vermelhas.


O peeling de diamante não dói e logo depois do procedimento é possível voltar imediatamente ao trabalho e as suas atividades sociais, diferentemente do que ocorre quando se faz um peeling químico, em que é preciso se afastar dessas atividades durante alguns dias.

O peeling de diamante possui diversos benefícios, podendo ser utilizado para:
    •    Remover manchas presentes na camada mais superficial da pele, conhecidas como melanoses;
    •    Tratar cicatrizes de acne;
    •    Suavizar e remover rugas;
    •    Desobstruir os poros;
    •    Tratar estrias;
    •    Diminuir a oleosidade da pele.


O peeling de diamante funciona a partir de uma esfoliação, realizada com auxílio de um equipamento específico, que além de remover a camada de células mortas, estimula a produção de colágeno, melhorando o aspecto, textura e aparência da pele.

Não é indicado:

O peeling de diamante não é recomendado para quem possui a pele muito sensível, inflamada ou com acne de graus II, III ou IV. Nesses casos é preciso esperar até que a pele esteja cicatrizada e que o dermatologista autorize o procedimento para evitar lesões.